amendoas enxovalhadas no algarve

Em Portugal, o costume popular de se oferecer uma prenda aos afilhados pela Páscoa está associada à tradição católica. Ainda é habitual oferecer folares com ovos ou amêndoas cobertas de açúcar, chocolate ou caramelizadas, aos afilhados, familiares e amigos. Um dos significados das amêndoas durante a Páscoa é o mesmo que os ovos, são símbolo de fertilidade e renovação.

A poucos dias da Páscoa, o Mar d’Estórias foi mergulhar na tradição Pascal das amêndoas cobertas que, pelas gentes do sul, são chamadas de “amêndoas enxovalhadas”.
No Algarve, este costume Pascal está aliado a uma tradição que deixa a boca doce, mas os braços doridos. Assim conta a D. Alice enquanto mexe, com a sua colher de pau, o tacho cheio de amêndoas, água e açúcar: “… São tão boas, mas já me custa envolver as amêndoas quando estão no ponto!”

O Mar d’Estórias foi aprender como é que os Lacobrigenses fazem esta iguaria que se derrete na boca dos mais gulosos e que, apesar de serem confeccionadas todo o ano, têm principal destaque na Páscoa. Por conseguinte, a D. Alice, de Bensafrim, disponibilizou-se a explicar como se fazem e confeccionou uma dose destas jóias-de-comer (…e chorar por mais). Ora, assim nós deixamos o nosso obrigado pelo conhecimento partilhado, pelas barriguinhas cheias e pela receita que nos deixou:

2 chávena de miolo de amêndoas (com pele)
2 chávena de açúcar
2 chávenas de água mal cheias
1 colher de chá de chocolate em pó (este é o segredo da D. Alice)

Num tacho, leva-se tudo ao lume durante meia hora e vai-se mexendo ocasionalmente. Quando a mistura se apresentar mais grossa deve-se baixar o lume até o açúcar ficar todo branco. Neste ponto é necessário estar sempre a envolver as amêndoas. Aumenta-se o lume para que o açúcar comece a derreter e se transforme em caramelo. Após todas as amêndoas estarem envolvidas no caramelo coloque-as num tabuleiro.

Confessamos que estas amêndoas são um vício de tão boas! No entanto, a sua elaboração obedece a um fabrico artesanal moroso. Se também é um viciado por elas, mas não tem 1 hora para estar junto ao fogão a mimar e dar atenção a estas doçuras, venha ao Mar d’Estórias pois temos uma versão destas amêndoas na loja.