De figos e amêndoas se fazem os doces Algarvios

A doçaria Algarvia deve muito à herança árabe e à influência da doçaria conventual (séc. XVIII), adaptada ao que existia localmente. Falamos essencialmente de doces à base do figo e da amêndoa. Deste conjunto de ingredientes e saberes “resultou um património de doces e bolos algarvios cuja diversidade e notoriedade são reconhecidas pela sua excelência”1 e não só! Continuar a Ler